Marketing pessoal: o que é e como ele pode te ajudar

Você se lembra de nosso post sobre dicas infalíveis para vender seus serviços? Nele comentamos um pouco sobre como o marketing pessoal é essencial para ajudar em suas vendas. Além de aumentar o número de trabalhos, ter um excelente marketing pessoal pode alavancar de vez o seu negócio.

Para isso é preciso conhecer como ele funciona. Também, é importante saber as melhores estratégias que combinam com o que você quer para o futuro. Então, vamos começar?

O que é marketing pessoal?

Em primeiro lugar, marketing pessoal pode ser resumido de forma simples e prática. Sendo assim, significa cuidar da sua imagem e criar uma “marca” própria para você conseguir vender seus serviços. Porém, é importante não confundir com publicidade ou propaganda de um produto.

Isso porque o marketing pessoal é mais específico e estratégico. Ele não é apenas uma simples divulgação de seus serviços. Com o uso de estratégias bem conhecidas no mundo do marketing, você consegue fortalecer a sua imagem profissional no mercado. Alguns exemplos dessas estratégias são:

  • Definir um valor;
  • Definir uma missão;
  • Fortalecer canais de comunicação com o público;
  • Estruturar bons perfis com o seu histórico profissional e habilidades, 

Além de se vender melhor, você também começa a atrair mais público. Isso sem contar que você passa a transmitir mais credibilidade e segurança aos clientes.

Como o marketing pessoal pode te ajudar?

Agora que você já entendeu um pouco mais sobre a sua definição, vamos aprender como ele pode te ajudar. Para começar, o marketing pessoal te ajuda a ser visto. E você que trabalha como autônomo sabe a importância de ser conhecido em um mercado concorrido.

Além disso, com uma boa imagem fica bem mais fácil fechar projetos ou serviços melhores, que pagam mais ou que te dão mais segurança. Nesse sentido, ter avaliações positivas em sites e apps de trabalhos autônomos ou boas recomendações nas redes sociais é um grande diferencial. 

Afinal esse é um dos objetivos de todo trabalhador por conta própria, não é mesmo?

Dicas para um bom marketing pessoal

1) Invista em sua imagem

Sem dúvidas, a primeira impressão é a que fica. Principalmente quando se trata de prestação de serviços. Por isso, sempre que for divulgar seu trabalho ou fazer um orçamento, faça um esforço e se vista com roupas mais “formais”. Quando você se apresenta com uma roupa mais limpa e bem passada, por exemplo, você passa mais confiança do que quando está com uma mais informal ou amassada.

Essa atenção com a roupa também vale para fotos e/ou vídeos que você irá usar para criar seu material de propaganda. Afinal, você precisa chamar a atenção entre todos os prestadores de serviços que concorrem com você.

2) Crie um valor e uma missão para a sua marca

Como em todas as grandes marcas, ter um valor e uma missão definida ajuda a chamar a atenção das pessoas. E claro, ainda passa uma mensagem positiva que faz os clientes confiarem mais no seu serviço e na sua imagem.

Além disso, tanto a missão quanto o valor podem ajudar na hora da criação de propagandas e descrições dos serviços ou produtos.

Para criar um valor, você precisa saber como você quer que as pessoas enxerguem a sua pessoa e serviço. Ou seja, se você quer ser definido pela sua educação, honestidade, cordialidade, atenção e capricho nos serviços prestados, por exemplo.

Já para criar a missão, você precisa saber exatamente qual o seu objetivo final com os seus serviços, pensando em como ele pode ajudar o cliente. Por exemplo, se você trabalha com limpeza, sua missão pode ser “Limpar o lugar mais importante da sua vida, com produtos de qualidade e atenção aos mínimos detalhes”. 

3) Gere conteúdo nas redes

Por fim, não poderíamos deixar de falar um pouco sobre as redes sociais. Hoje em dia é um dos maiores canais de divulgação e você não só pode como deve usar isso a seu favor. Mas, é preciso cuidado para isso não virar contra você.

Além de criar uma conta própria para sua marca profissional, ou seja, para divulgar o seu trabalho, é preciso atenção na linguagem e no conteúdo que vai ser publicado. Para isso, procure usar uma linguagem com menos gírias ou temas que possam gerar polêmicas ou coisas negativas para seus serviços.

Para conteúdos, além de materiais de divulgação, como fotos e textos sobre serviços que você já fez ou sabe fazer, vale a pena colocar temas relacionados à sua área de atuação. Por exemplo, alguma matéria que você ache interessante e que possa chamar a atenção do cliente. Ou então, criar alguns textos curtos sobre melhores produtos ou dicas para que as pessoas saibam que você entende do assunto.

Viu como é fácil criar estratégias para um bom marketing pessoal? Agora, aproveite para conferir esses outros conteúdos:

5 maneiras de aumentar a renda durante a pandemia

Precificação de serviços: passo a passo para fazer um bom orçamento

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *